Qualidade do Transporte urbano em baixa

onibus-lotado

A qualidade dos serviços da maioria das empresas de ônibus de São Paulo piorou nos últimos seis meses. A avaliação é de um indicador criado pelo poder público baseado nas reclamações da população. Alguns aspectos com atrasos, acidentes, superlotação, falhas, limpeza e comportamento dos motoristas contribuem para esta queda.

Apesar do sistema de transporte ser gerido pelo estado, no primeiro semestre deste ano dois terços das concessionárias de ônibus, que transportam 57% dos passageiros, tiveram nota pior que a do mesmo período de 2012.
As empresas de ônibus alegam que os congestionamentos e até os protestos de junho as prejudicaram.

O governo atual acelerou a implantação de faixas exclusivas para aumentar a fluidez dos ônibus na cidade. Essa é a principal medida de curto prazo a cargo do município para do tráfego na cidade São Paulo.

Mas além das medidas emergenciais do governo, é possível as empresas adotarem medidas que minimizem essa queda através de treinamento e estratégias que possibilitem a melhoria da qualidade de serviços prestados aos usuários de transportes públicos.
O estado tem que cumprir o seu papel, mas o empresário também tem seu compromisso com o estado e a população.

Da redação.